Chaise-Longue

Maio 19 2017

Berlusconi, referindo-se a Macron na linha de baixo nível que lhe é costumeira, debitou as seguintes "pérolas" :

"É um rapaz bonito que tem uma mãe muito bonita . Macron é um rapaz brilhante que teve a sorte de encontrar uma boa mãe que lhe dá a mão ."

Frases não estranháveis do italiano, que já nos habituou a comportamentos negativos e, mais do que isso, chocantes .

Se Macron, em vez de se manter num pedestal mais elevado ( o que calculamos ir acontecer ) tivesse a intenção de "alinhar" na chafurdice, podia retorquir assim :

"Olhe que a sua filha ( ou é a sua neta ? ) não lhe fica atrás de modo nenhum ..."

publicado por Loscar Elmano às 00:15

Maio 11 2017

Quando da constituição do Bloco de Esquerda, aglutinando, de forma relativamente instável, pensamentos políticos algo diferenciados, a organização posicionou-se no espectro político numa linha de protesto e de contrapoder .

Só que, visando apresentar-se com uma postura não coincidente em absoluto com o PCP, foi procurando criar um tipo de intervenção menos classista ( operária ) e antes mais intelectualizada .

Essa linha de uma esquerda burguesa com um pensamento mais burilado deu lugar, de forma justificada, à atribuição do epíteto de "esquerda caviar" .

Mesmo assim, nesses primeiros anos de existência, o BE mostrou-se fiel à sua matriz de organização de protesto e de contrapoder .

Até que chegou ao poder o derrotado nas eleições legislativas - António Costa, com a sua insofismável capacidade negocial, criou a "geringonça", trazendo, de mansinho e pé ante pé, o BE e o PCP para a antecâmara do poder .

Paciência e gestão não apressada mas progressiva foram dando frutos .

 A música ( celestial ao ouvido dos parceiros, embora não sendo eles religiosos ... ) do "encantador de serpentes" foi produzindo efeitos, mais ainda junto do BE do que do PCP, como é visível .

O PCP necessita sempre, por estratégia imutável e pelo seu peso sindical, de estar, ao mesmo tempo, com um pé dentro e outro pé fora .

Já o BE, sem esse paradigma, foi-se progressivamente embriagando com a presença na antecâmara do poder .

Pouco será necessário ao "encantador de serpentes" oferecer ao BE para que este se converta de uma organização de protesto e de contrapoder num parceiro privilegiado na área do poder .

Daí ser expectável que, mais cedo ou mais tarde, vejamos a conversão do BE ( a "esquerda caviar" ) ao "prato de lentilhas" .

publicado por Loscar Elmano às 14:04

Maio 07 2017

As declarações desastrosas de Ana Catarina Mendes, secretária-geral adjunta do PS de bem menor gabarito do que o desejável, provocaram uma reacção de inteligente aproveitamento por parte de Rui Moreira .

Reforçando a sua clara oposição aos "jobs for the boys", Rui Moreira, separando o trigo do joio, mostrou ainda assim abertura à presença de Manuel Pizarro na sua lista concorrente às eleições para a Câmara Municipal do Porto .

Só que - e frisou isso de molde a não deixar quaisquer dúvidas - essa presença surgiria não por se tratar de um militante do PS mas sim por ser uma pessoa de grande capacidade e com provas dadas .

São esses, aliás - acrescentou ainda -, os pressupostos para a inclusão nas listas do movimento independente que encabeça .

Com tais requisitos tornou-se evidente que o PS não poderia tomar outra posição que não fosse preparar, à pressa, uma candidatura própria à autarquia .

É que, a não agir assim e atenta a exigência de Rui Moreira quanto a um elevado nível de capacidade e de provas dadas, o partido corria um sério risco de não conseguir que qualquer outro militante viesse a integrar as listas do movimento independente ...

 

P.S.

Vai ser curioso analisar o tipo de campanha eleitoral de Manuel Pizarro, em luta com Rui Moreira depois de anos de colaboraçao e empenhamento totais no anterior mandato .

publicado por Loscar Elmano às 14:59

Abril 16 2017

No passado sábado visitei, com a minha mulher, no pavilhão Preto do Museu da Cidade ( Palácio Pimenta ), a exposição "A Lisboa que teria sido" ( "The Lisbon that could have been" ) .

No decorrer da mesma fui reforçando aquilo que já penso há muito tempo .

E, ao terminar a interessante visita, deparei comigo a dizer :

"Em Portugal realmente estuda-se muito, mas realiza-se pouco ."

E na época actual ainda com mais um enorme inconveniente - paga-se imenso por projectos que nunca chegam a ser executados .

publicado por Loscar Elmano às 19:53

Abril 14 2017

Questionado por jornalistas declarou Rui Vitória, o treinador do SLB :

" Samaris ? Só acontece isto porque é um jogador do Benfica que está em causa" .

Rui Vitória está cheio de razão .

Realmente se Samaris não fosse jogador do Benfica ter-lhe-ia sido já instaurado um processo sumaríssimo e estariam fixados os jogos de suspensão aplicados em virtude da agressão a soco pelo mesmo a um colega de profissão do Moreirense demasiado ingénuo, pois nem sequer aproveitou o acontecido para armar espectáculo .

Só que Samaris, como diz Rui Vitória, é ... jogador do Benfica ...

publicado por Loscar Elmano às 22:40

Março 28 2017

Tudo na vida se quer com conta, peso e medida .

No comportamento individual, seja ele puramente cívico ou de figuras públicas, tanto é criticável a sobranceria, a indiferença ou o desinteresse pelos outros como o é o espalhafato sem critério, a intromissão indiscriminada ou a busca desenfreada do contacto até nos meios em que isso menos se justifique .

E, neste último caso, a não selectividade, quando se trata de figuras públicas, contribue para a desvalorização do papel que se desempenha e vulgariza a presença .

Com a sua hiperactividade sem critério Marcelo Rebelo de Sousa está, de forma acelerada, a banalizar a função de Presidente da República .

publicado por Loscar Elmano às 23:01

Março 24 2017

As eleições presidenciais de Timor-Leste foram um exemplo para outros países lusófonos .

Decorreram de forma invejável, tendo-se apressado o segundo candidato mais votado a felicitar o vencedor .

A campanha eleitoral, a votação e a fase subsequente a esta desenvolveram-se sem mácula .

É uma pena que este magnífico exemplo não seja seguido, em especial, pela Guiné-Bissau e mesmo também por Angola e Moçambique .

E no comportamento cívico-político ainda por Portugal ...

publicado por Loscar Elmano às 22:35

Março 23 2017

O Ministro holandês das Finanças e Presidente do Eurogrupo Jeroen Dijsselbloem, apontando os desequilíbrios macroeconómicos verificados em vários países da UE, disse textualmente o seguinte :

" ...Como social-democrata considero a solidariedade da maior importância . Porém, quem a exige também tem obrigações . Eu não posso gastar o meu dinheiro todo em aguardente e mulheres e pedir-lhe de seguida a sua ajuda . Este princípio é válido a nível pessoal, local, nacional e até a nível europeu . "

De imediato surgiram as deturpações, como se Dijsselbloem tivesse dito apenas uma frase :

" Não se pode gastar todo o dinheiro em mulheres e álcool e, depois, pedir ajuda . "

Em imediata sequência à deturpação surgiram em Portugal as "virgens ofendidas", encabeçadas pelo "chefe da geringonça" que perorou :

 Portugal cumpriu os compromissos com a UE pelo que o país "não tem lições a receber do sr. Dijsselbloem em coisa nenhuma" .

O que sucede, porém, é que Portugal está muito longe de ter cumprido todos os compromissos que assumiu perante a UE .

Se os tivesse cumprido não estaria confrontado com a ameaça do BCE, de acordo com a qual caso o Programa Nacional de Reformas não contenha as políticas requeridas " o procedimento por défice excessivo deve ser aberto em Maio " .

É que as recomendações que o BCE tem feito a partir de 2015 não foram, na sua grande maioria, implementadas .

E isso, segundo o BCE, é partiularmente surpreendente depois de as autoridades portuguesas se terem comprometido com "uma agenda reformista ambiciosa" em 2016 .

Com efeito, a esmagadora maioria das recomendações de reforma propostas - mais de 90% - tiveram apenas algum ou limitado progresso de implementação , apenas 2 em cerca de 90 foram implementadas de forma substancial e nenhuma o foi na totalidade .

É este cenário que leva o BCE a defender que, se Bruxelas vier a entender que Portugal não fez o suficiente, deverá impor a apresentação de um plano de acção para responder aos desequilíbrios macroeconómicos - elevado endividamento ; grande volume de crédito em incumprimento ; desemprego ainda alto - e que , se não for apresentado ou implementado, seja aplicada a sanção financeira prevista nas ferramentas  do Procedimento por Desequilíbrios Macroeconómicos - 0,1% do PIB ou seja, no caso de Portugal, cerca de 190 milhões de euros .

O que diz a isto o dr. António Costa ?

 

P.S.

As "virgens ofendidas" movimentam-se freneticamente "exigindo" a demissão de Dijsselbloem de Presidente do Eurogrupo .

A verdade é que sabem perfeitamente ser natural que isso venha a acontecer, em consequência dos resultados das eleições realizadas na Holanda no dia 15 do corrente .

É que nelas ( a Holanda, com mais de 14 milhões de habitantes, elege 150 deputados; Portugal, com 10 milhões, elege 230 deputados ; vejam lá se não há razões para se dizer que em Portugal há dinheiro mal gasto ! )os trabalhistas holandeses, o partido do sr. Dijsselbloem, teve uma derrota estrondosa, passando de 38 para 9 deputados .

É assim provável que os trabalhistas não venham a fazer parte da futura coligação, o que deverá colocar o sr. Dijsselbloem no limbo .

publicado por Loscar Elmano às 21:33

Março 05 2017

Há poucos dias andei umas dezenas de quilómetros numa estrada municipal .

Cruzei-me exactamente com 57 veículos .

Destes 19 eram do século passado - 35,8% !

É uma consequência da actuação do actual Governo e, manda a verdade que se diga, de muitos outros que o antecederam desde o 25/4 .

A "defesa" da segurança rodoviária é feita por eles carregando de impostos as novas viaturas, enquanto que o "ataque" aos veículos vetustos se faz reduzindo de forma significativa o imposto único de circulação ...

Tudo ao contrário do que, para a segurança rodoviária, seria desejável .

Só que a voracidade da cobrança continua a sobrepor-se a todo o resto, tanto mais que adia a necessidade de redução das gorduras do Estado .

Adiamento esse indispensável para tentar que a "geringonça" não se desaricule .

publicado por Loscar Elmano às 22:37

Fevereiro 19 2017

A "novela" da Caixa Geral de Depósitos prova, mais uma vez, uma lamentável realidade :

A transparência só faz sentido quando as falhas são dos outros !

publicado por Loscar Elmano às 17:17

Site de poesia, pensamentos, análise política e social, polémica, pontos de vista, interrogações e inquietações . Aparece de quando em vez, sem obrigações calendarizadas .
mais sobre mim
Maio 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12
13

14
15
16
17
18
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO