Chaise-Longue

Outubro 22 2016

O Primeiro Ministro António Costa declarou, com uma certa tristeza na voz, que o alívio da austeridade só não é maior devido aos compromissos internacionais .

Com essa afirmação pretendeu naturalmente manter a estabilidade da "geringonça", transmitindo aos outros componentes o seu pesar por não lhe ser possível fazer mais .

Mas com ela cometeu dois erros, que ficaram bem evidentes para os portugueses minimamente informados e atentos :

* o primeiro ao tornar patente que, embora sendo o Primeiro Ministro, não é verdadeiramente o "administrador executivo" da "geringonça", mostrando-se frágil perante o BE e o PCP, aos quais tem que passar a vida a prestar contas ;

* o segundo por desse modo legitimar a conclusão de que, se não fossem tais compromissos, o caminho para novos desequilíbrios orçamentais, maior dívida e mais dificuldades no acesso ao crédito seria aberto, perfilando-se no horizonte, mais cedo ou mais tarde, um novo resgate .

Valha-nos o tão vilipendiado controlo da União Europeia !

 

publicado por Loscar Elmano às 22:31

Site de poesia, pensamentos, análise política e social, polémica, pontos de vista, interrogações e inquietações . Aparece de quando em vez, sem obrigações calendarizadas .
mais sobre mim
Outubro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
13
14
15

16
17
18
19
20
21

23
24
25
26
27
29

30
31


pesquisar
 
blogs SAPO