Chaise-Longue

Março 28 2017

Tudo na vida se quer com conta, peso e medida .

No comportamento individual, seja ele puramente cívico ou de figuras públicas, tanto é criticável a sobranceria, a indiferença ou o desinteresse pelos outros como o é o espalhafato sem critério, a intromissão indiscriminada ou a busca desenfreada do contacto até nos meios em que isso menos se justifique .

E, neste último caso, a não selectividade, quando se trata de figuras públicas, contribue para a desvalorização do papel que se desempenha e vulgariza a presença .

Com a sua hiperactividade sem critério Marcelo Rebelo de Sousa está, de forma acelerada, a banalizar a função de Presidente da República .

publicado por Loscar Elmano às 23:01

É mesmo "populucho"!!!
isabel nogueira a 12 de Abril de 2017 às 15:38

Bem vinda, Isabelinha .
Kiss

Site de poesia, pensamentos, análise política e social, polémica, pontos de vista, interrogações e inquietações . Aparece de quando em vez, sem obrigações calendarizadas .
mais sobre mim
Março 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
25

26
27
29
30
31


pesquisar
 
blogs SAPO