Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Chaise-Longue

Site de poesia, pensamentos, análise política e social, polémica, pontos de vista, interrogações e inquietações . Aparece de quando em vez, sem obrigações calendarizadas .

Site de poesia, pensamentos, análise política e social, polémica, pontos de vista, interrogações e inquietações . Aparece de quando em vez, sem obrigações calendarizadas .

Um exemplo que é pena não ser seguido em Portugal

Na Colômbia, nos boletins de voto, para além dos locais normais com indicação dos candidatos, consta

mais uma linha na qual se pode assinalar, num quadrado, a opção " nenhum dos candidatos " .

Essa opção significa votar em branco, por não se rever o eleitor em qualquer das opções disponíveis .

Recentemente em Bello, no noroeste da Colômbia, aconteceu um acto eleitoral de enorme significado .

Depois de grande controvérsia, provocada pela recusa ( justificada ou infundamentada ? ) de algumas 

candidaturas, surgiu um grande movimento de opinião, defendendo o voto em branco .

Em consequência o candidato único, German Antonio Londroño Roldan, teve 43,29% dos votos, enquanto

56,7% dos eleitores votaram branco .

Consequência : o candidato não foi eleito e, mais do que isso, ao ser "derrotado" pelo voto em branco, não

teve a possibilidade legal de se apresentar à nova eleição .

Trata-se de uma solução que devia ser implementada em Portugal se e quando for revista a legislação eleitoral

criando círculos uninominais .

Mas a "mafia" que abarrota a Assembleia dita da república irá nisso ?

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D