Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Chaise-Longue

Site de poesia, pensamentos, análise política e social, polémica, pontos de vista, interrogações e inquietações . Aparece de quando em vez, sem obrigações calendarizadas .

Site de poesia, pensamentos, análise política e social, polémica, pontos de vista, interrogações e inquietações . Aparece de quando em vez, sem obrigações calendarizadas .

O regresso do senhor Pinto de Sousa - como o "com a verdade me enganas" se converteu no "com a mentira não me enganas tu"

O reaparecimento do senhor Pinto de Sousa, rotulado pelo hilariante Alberto da Ponte como

serviço público, apresentou os ingredientes que eram previsíveis : dissimulações, verdades

por metade e falsidades absolutas .

Tudo com a roupagem habitual de sobranceria, altivez e incapacidade para reconhecer os

próprios erros, perante uns entrevistadores mal preparados, atentos, veneradores e obrigados .

A dissimulação começou logo com a sonegação do Mercedes topo de gama, mantido longe da

ribalta, surgindo o senhor Pinto de Sousa numa viatura de classe média, segundo consta

adequadamente alugada para a encenação .

Depois, durante a entrevista ( que o não foi, antes um monólogo laudatório ), o senhor Pinto

de Sousa proferiu falsidades com descontração absoluta, como quando declarou que, durante

três anos, os funcionários públicos não tinham sido aumentados ( procurando, desse modo,

alinhar uma justificação pífia para a enorme actualização salarial efectuada em ano de eleições,

embora já fosse evidente a crise financeira ) .

Falsidades entremeadas com meias verdades quando, por exemplo, escondeu despesas que

não liquidou, transferindo-as para o futuro e "entregando-as" no regaço de quem lhe sucedeu .

São apenas exemplos, pois muitos mais houve .

Apesar de tudo isto o inefável Soares, esquecendo que há anos atrás tinha dito que Sócrates

era o pior do guterrismo, veio louvar a performance do senhor Pinto de Sousa .

Mas nem tudo foi negativo : o senhor Pinto de Sousa, com a encenação do seu espectáculo,

conseguiu converter o "com a verdade me enganas" no "com a mentira não me enganas tu" .

Ao menos valha-nos isso !

 

Até quando, Mário, abusarás da nossa paciência ?

Confesso que fiquei siderado ao ler há dias que Mário Soares - na sequência da notícia de que o PGR

de Angola se encontrava a ser investigado em Portugal e do violentíssimo editorial que em seguida

surgiu no Jornal de Angola - se tinha manifestado disponível para ajudar a melhorar as relações entre

Portugal e Angola, defendendo o investimento angolano no nosso país .

A sede de protagonismo de MS está inscrita de forma indelével no seu ADN e, por assim ser, impede-o

inúmeras vezes de raciocinar com frieza e de medir correctamente o sentido e o alcance das afirmações

que produz .

Todos sabemos em Portugal - e Angola sabe-o ainda muito mlhor do que nós - que a família Soares

foi apoiante visível, confessada ( e quiçá inconfessada ) de Jonas Savimbi .

E, tendo-o sido, é de clareza meridiana que MS não tem qualquer margem de manobra para intermediar

contactos com Angola, tendo em vista descomprimir o mal estar existente - mal estar que, aliás, Soares

empola, de molde a justificar o seu oferecimento para esvaziar o balão da crise .

Os portugueses estão mais do que fartos de Mário Soares .

Daí que apeteça a muitos dirigir-lhe, adaptada, a frase histórica :

Até quando, Mário, abusarás da nossa paciência ?

O jogo MU-RM, as declarações de Mourinho ... e o futuro ...

Assistimos na passada terça-feira a um magnífico jogo de futebol .

Um jogo que foi, também, uma cabal demonstração de capacidade táctica de dois grandes treinadores .

Ferguson montou uma teia - predominantemente defensiva - para condicionar e controlar o jogo do RM,

tanto mais que estava em vantagem com o golo marcado fora de casa . Teia essa que ainda reforçou

quando lhe caiu do céu um golo, marcado na própria baliza por aquele ( Sérgio Ramos ) que , ao longo

da época, tem sido um dos menos positivos jogadores do Real .

Já Mourinho reagiu, no segundo imediato ao da expulsão de Nani, reformulando ofensivamente a equipa

e partindo para a reviravolta .

Mas o mais curioso deu-se no final do jogo quando Mourinho produziu afirmações que nele não são habituais :

* no caso da expulsão de Nani um amarelo teria sido mais justo ;

* se o jogo se mantivesse com onze contra onze o Real Madrid não teria ganho;

* o Manchester United foi a melhor equipa no terreno .

Afirmações estranhas ? Talvez nem tanto ...

Pensamos que poderão ter sido afirmações inteligentes, preparando o futuro .

Futuro que, mais ano menos ano, não nos admiraremos que passe mais pelo Manchester United do que

pelo Chelsea ...

A notícia de que o Governo prepara corte das pensões vitalícias de políticos e a distância a que ainda se encontra o 1º de Abril

Li - Negócios Online - que o Governo se encontra a preparar o corte das pensões vitalícias de políticos .

A notícia acrescentava ainda que a proposta seria apresentada à TROIKA na 7ª avaliação do programa

de ajustamento português e que, além das reformas dos políticos, estariam ainda em causa as pensões

pagas pelo Banco de Portugal e pela Caixa Geral de Depósitos .

Referia-se também que os Ministros das Finanças e da Segurança Social iriam propor à TROIKA cortes

nas pensões de valor superior a 5000,00 € mensais e que tivessem resultado de carreiras contributivas

curtas .

Como justificação para a preparação do corte assinalava-se que no ano em curso o Governo prevê gastar

6,4 milhões de euros com reformas vitalícias .

Li a notícia, achei-a curiosa e pensei mesmo para com os meus botões :

Ora até que enfim que se começa a pensar em cortar onde se deve !

Mas depois "temperei" esse meu começo de euforia .

É que o 1º de Abril já não está assim tão longe quanto isso ...

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D