Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Chaise-Longue

Site de poesia, pensamentos, análise política e social, polémica, pontos de vista, interrogações e inquietações . Aparece de quando em vez, sem obrigações calendarizadas .

Site de poesia, pensamentos, análise política e social, polémica, pontos de vista, interrogações e inquietações . Aparece de quando em vez, sem obrigações calendarizadas .

Tantas visitas de Soares a Sócrates na prisão ! Será penitência ?

Mário Soares visitou recentemente José Sócrates, no "retiro espiritual" deste no Estabelecimento Prisional de Évora, pela terceira vez .

Esta invulgar frequência tem motivado os comentários mais diversos, levando muitos a perguntar que motivos poderão justificar tantas deslocações do ancião até ao Alentejo .

Já os comentários às afirmações que Soares produz ao sair das visitas são reduzidíssimos, pois a generalidade das pessoas já começou a desculpar e a ter compreensão para os dislates proferidos .

Quanto à razão das deslocações admito como uma das hipóteses mais plausíveis que Mário Soares se encontre a cumprir uma penitência, para ser perdoado por, tempos atrás, ter afirmado, alto e bom som, que Sócrates era o pior do guterrismo .

É que ainda não passou assim tanto tempo !

É com notícias destas que percebemos as razões para Portugal não funcionar

Nos órgãos informativos de ontem era referido, em grandes parangonas, que o Ministério da Saúde pedira aos hospitais que só depois de asseguradas as escalas de urgência autorizassem férias de médicos e de enfermeiros .

A medida em causa fazia parte de um plano capaz de garantir resposta atempada ao aumento de doentes na época invernosa, atento o surto de gripe .

O Ministério da Saúde reforçou essas indicações às administrações regionais de saúde ( ARS ), repetindo que os hospitais têm que garantir as escalas dos serviços de urgência no Carnaval para poderem autorizar os períodos de férias de médicos e enfermeiros .

Realmente Portugal é um autêntico país de opereta !

Mas afinal as administrações regionais de saúde e os hospitais não são dirigidos por gestores, teoricamente habilitados ?

É necessário que o Ministério da Saúde venha transmitir normas elementares de gestão, como se nas administrações regionais de saúde só existissem burocratas de terceira linha e nos hospitais apenas maqueiros ?

E, se o Ministério da Saúde o fez agora, parece lícito concluir que os graves problemas ocorridos nas últimas semanas se terão devido, pelo menos em parte, à não tomada de medidas gestionárias correctas por parte dos "responsáveis" .

Pena é que a actuação do Ministério da Saúde, pelo que consta, se tenha limitado a "ensinar o padre-nosso ao vigário" sem também pedir responsabilidades a quem falha rotundamente a aplicação de normas primárias de gestão .

 

 

 

Uma curiosidade - as semelhanças entre futebol e política em Portugal

A vitória do Sporting em Braga, alcandorando-o ao terceiro lugar do campeonato, fez realçar as semelhanças entre futebol e política em Portugal .

Porto, Benfica e Sporting constituem o "Arco da Governação" .

O Porto, actualmente no poder, é o PSD - provavelmente vai perder o poder na altura das eleições, ou seja no final do campeonato .

O Benfica é o PS - actualmente na oposição, mas com fortes possibilidades de aceder ao poder nas próximas eleições, ou seja no final do campeonato .

O Sporting é o CDS-PP - vai procurando umas "migalhas" do poder, juntando-se ora a um ora a outro e visando as provas da UEFA, seja na 1ª ou mesmo na 2ª classe .

Os restantes participam, procurando manter-se mais ou menos à tona .

E estas semelhanças entre futebol e política não são apenas de agora .

O Belenenses, do qual era simpatizante o Almirante Américo Tomás, foi a UN ( União Nacional ), tendo ganho o campeonato em 1946, na época do Estado Novo .

O Boavista, clube modesto e proletário, foi o PCP ( embora fora da época auspiciosamente curta do General Vasco Gonçalves ), tendo ganho o campeonato em 2001 .

E também na corrupção futebol e política têm andado de braço dado .

 

ADENDA :

Bruno de Carvalho, quando desencadeou o estúpido "braço de ferro" com o treinador Marco Silva, parecia querer equiparar o Sporting ao BE, desmoronando-o pelo interior, mas avisadamente fez marcha atrás ...

Terá Portugal meios eficazes de defesa contra o terrorismo ?

Os acontecimentos recentemente verificados em França, em especial o massacre ocorrido no "Charlie Hebdo", reforçaram a minha preocupação em relação às capacidades de defesa de Portugal contra acções terroristas .

Não é que as dificuldades surgidas nos últimos anos no nosso país, em consequência do descalabro consumista sem critério do qual foi principal ( se bem que não único ) intérprete o Senhor Pinto de Sousa, tenha agravado os riscos da ocorrência de actos de barbárie, pois de nenhum modo comungo do burlesco e chocante entendimento de Ana Gomes quando defendeu que o terrorismo é um dos resultados da austeridade ( !!! ).

A razão da minha preocupação é outra e baseada no contraponto entre as capacidades manifestadas pela França e por Portugal no combate ao crime .

A França, país seis vezes maior do que Portugal, cinquenta e duas horas depois dos assassinatos no "Charlie Hebdo" já tinha resolvido o assunto de modo definitivo .

Portugal, no caso de Manuel Baltazar, o "Palito" - um simples indivíduo sem armamento pesado e sem meios de locomoção, próprios ou violentamente apropriados - andou mais de um mês a "apanhar bonés" .

Ora digam lá se com esta "fotografia" não é caso para se estar preocupado !

Mário Soares - será Alzheimer ?

Mário Soares, nas últimas semanas, tem-se desdobrado freneticamente em apoios a José Sócrates, declarando-se "amigo" e "admirador" do mesmo .

Pronunciando-se sobre a prisão preventiva desse seu amigo ( recente, como adiante veremos ) diz que "o caso é político", acrescentando que Sócrates está a ser "vítima de uma infâmia" .

Ampliando as suas críticas à prisão do senhor Pinto de Sousa e reforçando a defesa sem limites do encarcerado, publicou no dia quatro do corrente um novo artigo no Jornal de Notícias com o título " O meu amigo Sócrates " .

Respigando algumas partes do artigo assinalamos :

*  "não há justiça em Portugal, infelizmente";

*  "que esperam as pessoas que o prenderam para lhe pedir desculpa e o libertarem ?";

*  Sócrates "conseguiu por tudo em pratos limpos", concluindo-se pela "inutilidade das acusações falsas que lhe         foram feitas";

*  Sócrates foi "um antigo primeiro-ministro, que tantos e tão importantes serviços prestou aos portugueses, à            cultura portuguesa e a Portugal";

*  "estar preso sem que tivesse qualquer julgamento prévio" "é inaceitável e infamante" .

Mas não foi este mesmo Mário Soares que, tempos atrás ( e tempos não muito longínquos ), considerou Sócrates "o pior do guterrismo" ?

Será Alzheimer ?

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D