Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Chaise-Longue

Site de poesia, pensamentos, análise política e social, polémica, pontos de vista, interrogações e inquietações . Aparece de quando em vez, sem obrigações calendarizadas .

Site de poesia, pensamentos, análise política e social, polémica, pontos de vista, interrogações e inquietações . Aparece de quando em vez, sem obrigações calendarizadas .

António Costa, afinal em que ficamos ?

O Primeiro-Ministro António Costa e os seus sequazes têm vindo a referir, repetida e insistentemente, que na actual legislatura não haverá agravamento de impostos .

É uma promessa feita inúmeras vezes, tendo em vista convencer as pessoas - tão castigadas pelo voraz Fisco - de que será verdade .

Eis senão quando António Costa surgiu a afirmar que "é provável que englobamento de rendimentos se traduza num agravamento de impostos" !

Afinal em que ficamos, António Costa ?!

Governo quer eliminar reprovações até ao 9º ano : Uma política coerente com os antecedentes

A Intenção manifestada pelo Governo  de eliminar reprovações até ao 9º ano de escolaridade motivou reacções desencontradas .

Os pais e os alunos - aquela parcela deles que adora o facilitismo - embandeiraram em arco.

Em contraponto os mais conscientes preocupam-se com a redução do nível de exigência, temendo as consequências para os ex-alunos no acesso ao mercado de trabalho após o "bónus" escolar, bem como para o país, mal municiado para a competitividade externa .

Por minha parte tenho uma posição diferente de qualquer das anteriores : considero que o Governo, se vier, como é previsível, a concretizar tal objectivo, estará a prosseguir uma política já iniciada .

Importa recordar que foi também um Governo do PS que, ao lançar as "Novas Oporunidades", iniciou a quebra da exigência, atribuindo a equivalência ao 9º ano a trabalhadores cujo nível de conhecimentos, antes do 25/4, garantiria seguramente um chumbo no exame da 4ª classe .

Agora visa-se alargar essa mediocridade ao ensino oficial, reforçando-se o caminho do país para o abismo .

Bastonário da Ordem dos Médicos : Para o Governo JÁ !

O anterior Governo do PS - e este, provavelmente, irá pelo mesmo caminho - deixou por responder inúmeras perguntas de deputados da Assembleia da República .

Ora o Bastonário da O.M. deu no domingo passado uma entrevista a João Ferreira, pivô da CMTV, na qual conseguiu a proeza de falar mas de não responder a algumas das perguntas que lhe foram formuladas .

Relembro :

* Se fosse o Bastonário a decidir, o obstetra Artur Carvalho seria expulso da Medicina ?

** Rapidez e justiça são fundamentais para credibilizar o sistema .

* O caso do bebé que nasceu sem olhos, nariz e parte do crânio é pura incompetência ou pode ser mais do que isso ?

** Não podemos arrumar tudo em preto e branco . Mas a competência é essencial para evitar o erro .

* A inação do Cnselho Disciplinar é incompetência ou médicos a protegerem médicos ?

** Tudo funcionaria melhor se existisse mais competência e mais justiça . Vamos deixar os processos avançarem rapidamente .

 

Perante estes exemplos o Bastonário da O.M. deve ir de imediato para o Governo .

É que, quando o Governo não pretender informar os deputados, poderá recorrer a este novo membro do Executivo, que responderá ... não dando resposta ...

E claro que onde cabem 70 podem sem dificuldade caber 71 !

Logo na primeira reunião o XXII Governo Constitucional começou a faltar às suas promessas

Depois de no programa eleitoral do PS constar a referência à reforma do sistema eleitoral (com expressa indicação da criação de círculos uninominais) o Programa do XXII Governo Constitucional, aprovado logo na primeira reunião do mesmo, omitiu qualquer menção sobre o compromisso que tinha sido assumido .

Mas afinal o senhor António Costa, secrtário-geral do PS, e o senhor António Costa, Primeiro-Ministro, não são a mesma pessoa ?

São .

Só que o senhor António Costa é um manipulador .

Colocou o compromisso no programa eleitoral para ganhar votos .

Excluiu o compromisso do Programa do Governo para "passar a mão pelo lombo" aos partidos de esquerda .

É  política sem um pingo de vergonha .

 

ADENDA :

Há outras promessas constantes do programa eleitoral do PS que também já foram parar ao caixote do lixo - por exemplo a alteração da lei eleitoral para os órgãos municipais e o reforço dos poderes de fiscalização das assembleias municipais ou o sistema de incentivos ligados ao programa de abate de electrodomésticos visando a sua substituição por modelos mais eficientes .

De qualquer modo trata-se de promessas menos relevantes, sem prejuízo de ser de assinalar que engrossam o rol das promessas não cumpridas .

E ainda a procissão vai no adro !...

Um modo simples de resolver o problema da difícil "arrumação" dos deputados no plenário da AR

Fomos assistindo mais revoltados do que espantados ( da Assembleia da República já esperamos tudo ... ) aos longos e preocupados exercícios dos "representantes do povo" na tentativa de resolução do magno problema da localização dos deputados no hemiciclo . Mais para a esquerda, mais para a direita, mais porta, menos porta, viu-se de tudo .

Tudo menos a solução mais fácil .

Não é preciso fazer obras - basta reduzir o número de deputados !

A CReSAP e este novo ( e enorme ) Governo

A Comissão de Recrutamento e Selecção para a Administração Pública ( CReSAP ) assegura com transparência, isenção, rigor e independência as funções de recrutamento e selecção de candidatos para cargos de direcção superior da Administração Pública e avalia o mérito dos candidatos a gestores públicos .

Os pareceres emitidos pela CReSAP são de três tipos :

Adequado

Adequado com condicionantes

Não adequado .

No próximo sábado vai tomar posse o novo Governo da República, o mais numeroso desde 1976, com um total de 70 membros ( 1 PM, 19 Ministros e 50 Secretários de Estado ) .

Um Governo ENORME, ao contrário do que vem sucedendo em vários países, que reduzem o número das ( muitas vezes impropriamente chamadas ) elites políticas - como ainda recentemente sucedeu em Itália, com um corte de mais de 35% no número de senadores e de deputados - sentadas à mesa do orçamento .

Só que para além da quantidade - essa dimensão brutal do novo Governo - surge uma interrogaçãopertinente quanto à qualidade, quando se observa o "percurso de vida" de não poucos dos novos governantes .

Perante elementos curriculares tão pobres de vários deles uma pergunta se apresenta com real sentido :

Se estivessem sujeitos à "peneira" da CReSAP quantos não recebeiam o parecer de "adequado com condicionantes" ou de "não adequado" ?

O corporativismo na Ordem dos Médicos

Segundo notícias publicadas nos órgãos de informação o Conselho Disciplinar do Sul da Ordem dos Médicos vai apreciar no dia 22 do corrente os processos existentes contra o muito falado obstetra de Setúbal .

Só que o assunto merece e justifica uma análise bastante mais profunda, com apreciação de significativos antecedentes . Assim :

* presentemente encontram-se activos ( ou seja, pendentes ) nos vários Conselhos Disciplinares da Ordem 1988 processos ;

* houve 1071 processos disciplinares abertos em 2018 ;

* dos mais de novecentos processos concluídos nesse ano resultaram 45 condenações (13 suspensões, 21 censuras e 11 advertências) ;

* segundo informou o semanário Sol na sua edição de 19 do corrente os hospitais não são informados dos processos intentados contra médicos .

Finalmente surgiu o afã em relação ao obstetra de Setúbal : aos cinco anteriores processos "activos" ( que curiosa expressão, em especial para o primeiro, já do longínquo ano de 2013 ! ) junta-se agora o sexto, com a saga das três ecografias que o "especialista" não soube interpretar .

Perante este afã tão serôdio parece que só o alarido da comunicação social conseguiu superar o corporativismo na Ordem dos Médicos ...

A Saúde vai continuar "gripada"

Aquilo que muitos não desejavam aconteceu - Marta Temido continua como Ministra da Saúde .

Só que o Centeno é que manda e a Temido, não fazendo honra ao apelido, rende-se ...

Já teve início a vacinação contra a gripe .

Mas com Marta Temido ( aparentemente ) ao leme, pese embora essa campanha de vacinação, a Saúde "gripou" e vai continuar "gripada" ...

Se Luis Montenegro, à segunda vez, conseguir ganhar o PSD - um pouco de futurologia

Ainda vai correr bastante água debaixo das pontes, pois ninguém sabe por ora se Luis Montenegro, à segunda tentativa, virá a conseguir ser eleito Presidente do PSD .

Se assim vier a acontecer antecipo duas possíveis realidades futuras :

1ª - os companheiros passarão a cumprimentar-se com MQI´s e TAF´s eufóricos - "meu querido irmão" e "tríplice abraço fraterno", como é prática dos "homens do avental" ;

2ª - Luis Montenegro continuará a fugir das reformas estruturais como diabo da cruz . Aliás, embora de forma encapotada, já o confessou, quando disse que com ele não há acordos com o PS . Ora como essas reformas não são viáveis sem o PS, está tudo dito ...

Pág. 1/2

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D