Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Chaise-Longue

Site de poesia, pensamentos, análise política e social, polémica, pontos de vista, interrogações e inquietações . Aparece de quando em vez, sem obrigações calendarizadas .

Site de poesia, pensamentos, análise política e social, polémica, pontos de vista, interrogações e inquietações . Aparece de quando em vez, sem obrigações calendarizadas .

Os estabelecimentos de ensino particular devem estar profundamente agradecidos aos sindicatos de professores

São vários os comentários que a greve inaceitável aos exames decretada pelos sindicatos dos

professores me merece .

Inaceitável por, ao fim e ao cabo, não ter sido realizada contra o Governo ( o Ministério da

Educação ) mas sim contra o elo mais fraco da comunidade educativa ( os alunos ) .

Governo e sindicatos reivindicaram vitórias ( se bem que relativas ) - para o Governo mais de

70% dos alunos fizeram o exame ; para os sindicatos a adesão à greve foi superior a 90% .

Empate portanto ? Não ! Derrota para os dois .

Para o Governo por não ter conseguido ( e será que o tentou até à exaustão ? ) "descolar" a

FNE da Fenprof ; para os sindicatos uma vez que a maioria dos alunos conseguiu realizar o

exame .

Mas os principais derrotados foram outros :

* os alunos, desprezados pelos docentes, que ou não realizaram o exame ou o fizeram em

condições psicológicas desfavoráveis ( para quem se foi preparando ao longo do ano e, em

especial, nos dias anteriores ao da prova ir até ao estabelecimento de ensino sem saber aquilo

com que contava não é o estado de espírito ideal para se atingir o êxito ) ;

* a escola pública, mais uma vez colocada em posição desfavorável perante os estabelecimentos

de ensino particular - e colocada nessa posiçao pela actuação daqueles ( os professores ) que

mais a deviam defender -, uma vez que o ensino particular conseguiu realizar a TOTALIDADE dos

exames que estavam previstos .

Têm sido publicados, ano após ano, os rankings dos estabelecimentos de ensino portugueses .

E também, ano após ano, os primeiros lugares do ranking são sempre de escolas particulares .

Isso já seria publicidade suficiente .

Mas os sindicatos, como se pouco fosse, decidiram vir ainda ajudar à melhoria da posição dos

estabelecimentos de ensino particular .

Com ajudas destas bem podem tais escolas prescindir de publicidade paga, pois os sindicatos

fizeram bem melhor do que a mais perfeita campanha de marketing .

E os estabelecimentos de ensino particular devem estar profundamente agradecidos aos sindicatos

dos professores .

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2011
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2010
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D