Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Chaise-Longue

Site de poesia, pensamentos, análise política e social, polémica, pontos de vista, interrogações e inquietações . Aparece de quando em vez, sem obrigações calendarizadas .

Site de poesia, pensamentos, análise política e social, polémica, pontos de vista, interrogações e inquietações . Aparece de quando em vez, sem obrigações calendarizadas .

A encruzilhada dramática do Brasil

Não gostava de estar na pele dos brasileiros .

Para além da estranheza - como é possível, num país com mais de duzentos e oito milhões de habitantes, não existir um poder de escolha mais positivo do que entre Bolsonaro e Haddad ( ou Lula2 ) !

Não é, porém, caso único : os EUA também apenas tiveram ao seu dispor a opção desastrosa entre Trump e Hillary...

Mas regressemos ao Brasil .

Será que é "venha o Diabo e escolha" ?

De um lado Bolsonaro, com os seus tiques marcantes de autoritarismo, as suas afirmações chocantes, mas igualmente o seu discurso para o regresso da segurança e o ataque radical à corrupção .

Do outro Haddad ( ou o Lula2 ), na tentativa de regresso do PT ao poder, capaz de seduzir os mais frágeis mas com a incapacidade de se demarcar de uma política que colocou o Brasil a saque e que visava o domínio integral da organização política em todas as suas vertentes .

Para além de outro aspecto que faz tremer e temer imensos brasileiros : que o Lula2, a conseguir uma (improvável)  vitória, se apresse a indultar o seu mentor ( e mandante ) - o Lula1 .

Bolsonaro parte em vantagem - mais de 46% dos votos colocam-o bastante próximo do mínimo indispensável .

E, mais do que o ataque feroz que promete à corrupção, a luta intensa à insegurança de pessoas e bens ( cerca de 175 assassinatos por dia ! ) é o seu maior "abono de família" .

De qualquer modo Bolsonaro "vai ter que dar corda aos sapatos" para que não lhe suceda algo de semelhante ao ocorrido na 2ª volta da eleição presidencial em Portugal entre Freitas do Amaral e Mário Soares .

E nesse périplo pelo Brasil Bolsonaro não poderá olvidar o Nordeste . Mas indo com cautelas redobradas, não venha a ser vítima de um novo atentado .

Não gostava de estar na pele dos brasileiros a votar ...

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D