Chaise-Longue

Janeiro 10 2015

Os acontecimentos recentemente verificados em França, em especial o massacre ocorrido no "Charlie Hebdo", reforçaram a minha preocupação em relação às capacidades de defesa de Portugal contra acções terroristas .

Não é que as dificuldades surgidas nos últimos anos no nosso país, em consequência do descalabro consumista sem critério do qual foi principal ( se bem que não único ) intérprete o Senhor Pinto de Sousa, tenha agravado os riscos da ocorrência de actos de barbárie, pois de nenhum modo comungo do burlesco e chocante entendimento de Ana Gomes quando defendeu que o terrorismo é um dos resultados da austeridade ( !!! ).

A razão da minha preocupação é outra e baseada no contraponto entre as capacidades manifestadas pela França e por Portugal no combate ao crime .

A França, país seis vezes maior do que Portugal, cinquenta e duas horas depois dos assassinatos no "Charlie Hebdo" já tinha resolvido o assunto de modo definitivo .

Portugal, no caso de Manuel Baltazar, o "Palito" - um simples indivíduo sem armamento pesado e sem meios de locomoção, próprios ou violentamente apropriados - andou mais de um mês a "apanhar bonés" .

Ora digam lá se com esta "fotografia" não é caso para se estar preocupado !

publicado por Loscar Elmano às 22:14

Boa noite.

Pés o que Portugal não tem de se preocupar da mesma forma que a França.
Mesmo com esta moda do "je suis charlie", a cultura do povo português, não é tão "agressiva" como outras.
Respeitamos mais aquilo que possa ofender o próximo, independentemente da liberdade de expressão de cada um.

Até onde é que pode ir a liberdade de expressão?
Hugo a 11 de Janeiro de 2015 às 23:06

Até onde pode ir a liberdade de expressão ?
Por excessiva que seja a sua utilização nunca poderá legitimar lutar contra esse eventual excesso adoptando excessos ainda maiores .
A análise desses eventuais excessos não pode deixar de caber aos tribunais, não sendo legítima qualquer forma de uma intolerável "justiça privada" .

Desde já partilho da opinião de que nada justifica actos de violência, muito menos o que se passou em França.
Quanto à liberdade de expressão, muitas das vezes as leis são cumpridas, mas não quer dizer que com isso não atinja a integridade de muitos.
Penso que nenhum religioso goste de ver o seu Deus ou Santidade alvo de chacota. Para muitos pacifico, para outros vai contra todos os princípios da sua Religião ou Cultura.
Hoje uma publicação tem projecção mundial, entrando pelos Países com Culturas e Religiões diferentes das tradicionalmente ocidentais.
Será muito, o que eles pedem? Apenas pedem que respeitem os Deuses e as Suas Santidades.
Será que a minha liberdade pode chegar até ai?
Em Tribunal possivelmente. Mas será que para essas Culturas isso assegura os princípios das suas Religiões?
Hugo a 13 de Janeiro de 2015 às 23:16

O "Charlie Hebdo" não satirizou apenas os muçulmanos - também o fez com judeus, com cristãos, com políticos, com artistas, etc., etc .
Quando vimos um cartoon em que o Papa estava com um preservativo colocado no nariz sabe a razão pela qual os católicos não cometeram nenhum acto de violência ( embora tivessem naturalmente ficado tristes e até furiosos com o insulto ) ?
É simples : já não existe Inquisição e o tempo das Cruzadas já vai muito longe .
Ou seja : o catolicismo actualizou-se, tendo em conta as novas realidades .
É aquilo que o islamismo tem imperiosa necessidade de fazer .

Então, se nós católicos, somos "actualizados", os outros em consequência disso irão forçosamente ter de se modernizarem.
Mesmo que isso seja contra a sua cultura ou religião.
Há quem pense que há culturas que estão erradas e a sua própria cultura é a correcta?
Não existindo lugar para outros, que assim não pensem?
Deixo claro que sou completamente contra retaliações violentas sejam quais os os motivos.
A ultima edição do jornal Francês, provocou uma onda de indignação. Mais uma vez não respeitaram o que já foi pedido á muito.
A liberdade de cada um acaba onde começa a do outro. Ou por outro lado, a nossa liberdade acaba onde poderemos estar a ofender alguém.
Hugo a 15 de Janeiro de 2015 às 12:23

O Sheik David Munir, islamita que muito aprecio, fez um comentário que bem deveria servir de exemplo : "Devemos reagir
à blasfémia como o próprio profeta reagiu . Chamaram-lhe feiticeiro, ilusionista,ele reagiu sempre com tolerância . Não gostei das caricaturas, não concordo que desrespeitem a minha religião . Mas condenamos este acto bárbaro " .
Um islamita lúcido, não cego .
Loscar Elmano a 16 de Janeiro de 2015 às 00:31

Obviamente não estamos minimamente preparados. Que tenha conhecimento não temos um serviço de inteligência que controle os movimentos, dito suspeitos de viagens a países onde os terroristas são treinados. Basicamente podemos viver perto de algum.... Já houve o caso dos Bascos, "que dormiam por cá"....

Outros casos de exemplo, reportado em 19 de janeiro de 2008 http://expresso.sapo.pt/risco-de-atentado-terrorista-em-portugal=f220704 o que o nosso SIS fez além de uma página muito bonita http://www.sis.pt/cterr.html ?

Não acredito que não exista uma célula por cá....

O califado já aponto o dedo a nós! - http://amigodeisrael.blogspot.pt/2014/07/califado-aponta-baterias-portugal-e.html e ainda andamos a dormir. Sem generalizar e sem perseguir a comunidade muçulmana, de certeza que deve haver indivíduos sinalizados em uma lista no EUA..... Está mais que provado que para combater o Terrorismo do Califado, estado ou Al-qaeda e todo esse panteão de nomes para o mesmo, criminosos e covardes, todos os paises devem se unir..
Andre L. a 11 de Janeiro de 2015 às 23:31

Tem toda a razão, meu caro visitante .
Só com uma acção coordenada a nível da UE ( e mesmo a um nível mais vasto, entre todos os países onde existem democracias não de fachada ) será possível minimizar os riscos dos vários fundamentalismos - não apenas do islâmico .
E digo minimizar, pois impedir em absoluto é uma utopia .
Loscar Elmano a 11 de Janeiro de 2015 às 23:41

ISTO ESTÁ EM DESTAQUE NO SAPO, PORQUÊ?
Katy a 12 de Janeiro de 2015 às 09:29

É que o blogue está "hospedado" no SAPO .
Qual é o problema ?
Loscar Elmano a 13 de Janeiro de 2015 às 18:25

Penso que não há preparação possivel para este tipo de ataques em países com livre circulação como o nosso, mas as nossas forças policiais estão atentas e posso dizer que já sondaram Portugal por volta dos ataques do 11 de Março em Espanha e não foram bem sucedidos sequer na abordagem que fizeram pouco tempo depois de estarem a tirar fotos na estação do rossio já estavam com agentes a persegui-los...
Somos um povo brando mas desconfiado por natureza...
Temos um território pequeno...
E pouca notoriedade no estrangeiro...
Dificilmente seremos atacados por extremistas.
anonimo a 12 de Janeiro de 2015 às 10:15

Não sei se teremos forças tão atentas assim, mas se da sua parte tiver razão melhor .
Loscar Elmano a 12 de Janeiro de 2015 às 23:59

Site de poesia, pensamentos, análise política e social, polémica, pontos de vista, interrogações e inquietações . Aparece de quando em vez, sem obrigações calendarizadas .
mais sobre mim
Janeiro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
12
14
15
16
17

18
19
20
21
24

25
26
27
28
29
30
31


pesquisar
 
blogs SAPO